História

O baja no CEFET-MG: O baja no Cefet-MG teve inicio com a criação de equipe Cefast, em agosto de 1996, visando a aplicação prática dos conhecimentos adquiridos pelos alunos em sala de aula e estreando na III Competição SAE Brasil Petrobras em 1997.

1997 :

III Competição SAE Brasil de Mini Baja  Petrobras:

Disputada no autódromo de Interlagos de 13 a 15 de maio. Marcou a primeira participação da equipe Cefast, com o carro apelidado de Tubarão. A equipe conquistou o fantástico 1° lugar, tendo como triunfo os sistemas de transmissão e suspensão. Com a vitória, a equipe conquistou o direito de representar o Brasil na edição internacional da competição no ano seguinte.

Tubarão 1997

Tubarão 1997

1998:

IV Competição SAE Brasil de Mini Baja Petrobras:
Também disputada no autódromo de Interlagos, nos dias 6 a 9 de maio. Teve a estréia da segunda equipe do Cefet-MG, a Mini-Bala com o carro Trovão Azul. O time era formado por alguns ex-membros da Cefast. Esta equipe construiu um veículo que se aproximou mais do modelo de organização industrial, tendo como objetivo a máxima eficiência no processo de fabricação. Obteve o 1° lugar nas provas estáticas, velocidade máxima e frenagem, sendo a grande favorita, até que um problema com o eixo do pinhão tirou o carro por 1h e 10 min do enduro, o que custou o título. Porém conquistaram ainda a honrosa 4ª colocação geral. A equipe Cefast, com o Tubarão 2, que teve problemas com o motor e caixa de direção, conquistou a 21ª colocação geral.

Competição Internacional, Milwaukee, Wisconsin:
No período de 5 a 7 junho, a Cefast com o Tubarão 2 se destacou nos primeiros dias, conquistando o 1° lugar na prova de velocidade. Se manteve entre os 6 primeiros, quando  nos últimos 40 minutos enduro, durante uma parada para a retirada de um veículo defeituoso, o Tubarão 2 foi atingido por outro carro,  retirando-o da competição.

1999:

V Competição SAE Brasil de Mini Baja Petrobras:
De 22 a 25 de abril no autódromo de Interlagos. O Cefet-MG foi representado novamente por duas equipes, a Cefast ficou com a 7ª colocação enquanto a Mini-Bala com o carro “Comiqueto” despontou já no primeiro dia de competição. O carro, que pesava 145 Kg, foi baseado no do ano anterior com algumas inovações como chassi, suspensão, cubos de roda em alumínio, amortecedores pressurizados traseiros, dispositivo que permitia a partida só com os cintos afivelados, sistema elétrico e de alimentação eram cortados em caso de capotamento. A equipe realizou todas as 11 provas dinâmicas e venceu o enduro com 98 voltas em 4 horas, desbancou outras 55 equipes com 686,6 pontos, conquistou o 1° lugar 26 pontos à frente do segundo colocado e o direito de representar o Brasil na etapa mundial.

Competição Internacional, Columbus, Ohio:
Realizada de 4 a 6 de junho. Depois do sucesso obtido na competição nacional, a Mini-Bala levou o mesmo carro ao mundial, fizeram apenas uma revisão, confiante que o carro se destacaria sobre os demais. Conquistou o vice-campeonato e recebeu vários elogios dos organizadores.


Comiqueto 1999

2000:

VI Competição SAE Brasil de Mini Baja Petrobras:
Realizada entre 13 a 16 de abril no autódromo de Interlagos, contando com a participação de 60 equipes. O Cefet-MG participou apenas com a atual campeã Mini-Bala. Novamente a equipe disputa com o Comiqueto com algumas inovações, como a transmissão CVT com relação intermediária, trazendo mais força mas sem perder velocidade e a substituição do flange, agora feito de nylon para a diminuição do peso. Com as alterações a equipe conquistou a 4ª colocação geral.


Comiqueto 2000

2001:

VII Competição SAE Brasil de Mini Baja Petrobras:
Realizada entre os dias 19 e 22 de abril, no autódromo de Interlagos. Participaram 71 equipes de todo o Brasil, o Cefet-MG novamente participou com apenas uma equipe, a Mini-Bala. Devido à falta de patrocínio, o time leva para a competição o mesmo carro do ano anterior feito algumas alterações. A equipe mudou o sistema de direção e melhorou a transmissão, conquistando a 9ª colocação na classificação geral.

2003:

IX Competição SAE Brasil de Mini Baja Petrobras:
Realizada entre 24 e 27 de abril no Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo (ECPA), em Piracicaba. Contou com a participação de 77 equipes. Depois da ausência no ano de 2002, a equipe Mini-Bala chegou confiante para a competição e obteve o 1° lugar na prova de tração. Mas problemas com o carro prejudicaram o time, que terminou em 47° lugar geral.


Mini-Bala 2003

2005:

XI Competição SAE Brasil de Mini Baja Petrobras:
De 07 a 10 de abril realizada no Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo (ECPA), em Piracicaba. O Cefet-MG volta a ser representado por duas equipes, a veterana Mini-Bala e a estreante Trem Baja. Com dificuldades e a ausência em 2004, as equipes obtém destaques na competição e experiência para as próximas disputas. Terminaram em 26° e 63° lugares respectivamente.

  
                     Trem Baja                                                 Mini-Bala

2006:

XII Competição SAE Brasil de Mini Baja Petrobras;
Realizada de 30 de março a 2 de abril, no Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo, em Piracicaba. Participaram um total de 68 equipes. Em buscas de melhores resultados, as duas equipes investiram em mudanças. A Mini-Bala priorizou o acabamento e os sistemas de suspensão e transmissão, conquistando o 16° lugar na classificação geral, alcançando a meta de ficar entre as 20 melhores. Já a Trem Baja, trocou os sistemas de amortecedores, freios, substituiu o alumínio do acabamento por material sintético e fibra de vidro, com a intenção de tornar o carro mais leve e bonito, e incluiu uma inovação para limpar a viseira do piloto durante o enduro, um esguicho d’água, o aparelho consistia num pequeno barril que leva a água por um tubo até próximo à cabeça do piloto, e era ativado por uma chave quando necessário. Com as inovações, em sua segunda competição a equipe terminou no 29° lugar geral.

  
                         Trem Baja                                                 Mini-Bala

2007:

XIII Competição SAE Brasil de Baja Petrobras:
Realizada de 15 a 18 de março, no Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo, em Piracicaba, com participação de 70 equipes de todo o Brasil. Mais uma vez o Cefet-MG é representado por duas equipes: a Mini-Bala, com as modificações realizadas buscou um melhor desempenho nas provas de slalon e estática, também reduziram o peso do carro em mais de 20%,ela foi possível graças a utilização de materiais como aço, alumínio, nylon, poliuretano, vidro e ligas especiais, além de melhorar os itens de segurança. Chegou no 8° lugar geral. A Trem Baja aperfeiçoou algumas etapas da construção do bólido, melhorou a organização da equipe e dos processos, aperfeiçoou o relatório e o acabamento do carro. O time também realizou um plano de ação para buscar mais patrocínios, além dos ajustes na direção que proporcionou melhor dirigibilidade, manobrabilidade oferecendo mais agilidade e conforto ao piloto chegando na 35ª colocação geral.

  
Trem Baja                                                  Mini-Bala

2008:

XIV Competição SAE Brasil de Baja Petrobras:
Realizada de 13 a 16 de março no Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo, em Piracicaba, contou com a participação de cerca de 800 estudantes divididos em 70 equipes do Brasil, Colômbia e Venezuela. Esse ano foi marcado pela união das equipes Mini-Bala e Trem Baja. Agora o Cefet-MG passa a ser representado por um único time e dois carros, e resgatou o antigo e primeiro nome da equipe Cefast. A equipe construiu dois veículos, o Cefast 01 e o Cefast 02. Apostou todas as fichas no primeiro, pois o veículo já havia passado por testes. A Cefast chega à competição confiante na conquista do pódio, mas problemas na partida do motor obriga o carro a largar 7 voltas depois do início do enduro, além dos problemas na carenagem que deixaram o carro preso nos boxes, terminando a competição em 19°. O Cefast 02, que utilizou amortecedores próprios para veículos off-road, foi a boa surpresa da equipe, recebendo elogios pelo conforto e velocidade máxima. Conquistou a 10ª colocação geral.
A equipe inicia o projeto do “Cefast 03 duplo A”, o primeiro carro do Cefet-MG com suspensão independente e inovações como sensores e sistema de telemetria.

 
Cefast 01                                                 Cefast 02

2009:

XV Competição SAE Brasil de Baja Petrobras:
Realizada de 19 a 22 de março no Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo, em Piracicaba com a participação 72 equipes do Brasil e 1 dos EUA. A equipe Cefast compete novamente com dois veículos o Cefast 02, mesmo carro utilizado na edição anterior com melhorias nos sistemas de direção e suspensão, sendo o principal veiculo da equipe devido à confiabilidade demonstrada nos testes e o Cefast 03, primeiro carro do Cefet-MG a utilizar suspensão independente nas quatro rodas tipo “duplo A” e ambos têm inovações como peças em fibra de carbono, sensor de combustível e acionamento do rádio pelo volante. A equipe chega otimista em Piracicaba, mas infelizmente não obtém uma boa nota em relatório, passando a concentrar os esforços nas provas dinâmicas e conquistando boas colocações, tendo destaques nas provas de conforto, pull track, e na nova prova de suspension and traction, chegando assim confiante ao enduro de resistência. Os dois carros largam lado a lado, 02 em sétimo e 03 em oitavo, mas já na décima terceira volta o Cefast 02 sofre uma capotagem sendo abrigado a abandonar a prova e terminando em 33° geral, enquanto o Cefast 03 mostra um excelente desempenho chegando a ser quarto colocado no enduro e tendo um consumo de combustível menor que seus concorrentes possibilitando assim menos paradas nos boxes, mas detalhes como a quebra da bandeira e a descarga da bateria obriga o carro a fazer duas paradas a mais, terminando o enduro na 7ª colocação e em 10° na classificação geral. A equipe retorna a Minas satisfeita pelos resultados obtidos principalmente pelos carros não apresentarem nenhum defeito mecânico, pelos elogios dos juizes em relação à suspensão traseira, e por ter sido a mais bem classificada de Minas Gerais e dentre os Cefets de todo o Brasil. O time inicia o projeto do Cefast 04 mais um carro de suspensão independente do tipo “Swing Axle” e trabalha em inovações para ter um bom resultado em casa já que a competição regional será realizada pela primeira vez em Minas Gerais.

Cefast 03 e Cefast 02

2010:

XVI Competição SAE Brasil de Baja Petrobras: De 25 a 28 de fevereiro no Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo, em Piracicaba com a participação 66 equipes. A equipe decide levar apenas um carro, por motivos financeiros e para se dedicar a apenas um projeto, o Cefast 04, o carro que se baseou no Cefast 03 foi todo reformulado, sendo dedicado horas de estudos em todas as partes do veiculo o que gerou correções e inovações ao projeto, alem da nova gestão adotada pela equipe. O primeiro dia de provas foi marcado pela divulgação da nota de relatório, sendo a 7ª colocada a equipe ganhou animo para os próximos dias. Nas provas dinâmicas a equipe mantém
o bom desempenho conquistando o 3° lugar na prova de suspension and traction e destaque em aceleração e velocidade final. No ultimo dia de competição, durante o enduro, até a primeira hora a equipe permanece nas primeiras posições quando o carro sofre uma capotagem e quebra a antena da bandeirinha o que força o carro a perder vinte minutos nos boxes, o carro volta confiável e recuperando o tempo perdido quando a uma hora para o termino a antena se quebra novamente obrigando o carro a mais uma parada terminando em 7°. No resultado geral a equipe termina na 6ª colocação apenas três pontos do pódio e quatorze pontos do quarto num total de mil, o que garantiria a equipe uma vaga no mundial, a equipe obtém a melhor colocação desde seu recomeço em 2005, se confirma como a melhor equipe de Minas e volta a figurar entre as principais equipes do país.

Cefast 04

Cefast 04

 

2011:

XVII Competição SAE Brasil de Baja Petrobrás:
Aconteceu entre os dias 24 e 27 de março, na cidade de Piracicaba-SP, no ECPA – Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo. A competição contou com a participação de 67 equipes de todo o país. A equipe Cefast Baja obteve um excelente resultado na competição, conquistou o primeiro lugar na prova de Suspension & Traction, segundo lugar na prova de aceleração, no resultando geral foi a quarta melhor escola, alcançando o sexto lugar e ficando apenas 0,16 pontos, em mil, de se classificar para a competição mundial.

Cefast 04

Cefast 06

2012:

XVIII Competição SAE Brasil de Baja Petrobrás:
A competição, que teve 72 equipes participantes, ocorreu entre os dias 22 e 25 de março, em Piracicaba-SP, no ECPA – Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo. Mesmo passando por uma grande reestruturação em sua organização, devido à renovação dos integrantes da equipe, a Equipe Cefast alcançou o 15º lugar geral. Durante a competição a equipe teve alguns problemas, como durante o enduro um dos amortecedores apresentou problemas, o que acabou refletindo na nota da prova devido à longa parada para os reparos. A Equipe Cefast continua trabalhando para alcançar melhores resultados nas próximas competições e representar bem a instituição de ensino Cefet-MG e seus patrocinadores.

Cefast 04

Cefast 06 em ação

O ótimo resultado nessa competição demonstrou o aperfeiçoamento do protótipo desenvolvido pela equipe.