Preparação para a 12° Competição Regional BAJA SAE BRASIL

A equipe CEFAST BAJA vai participar da 12° Competição Regional que irá acontecer nos dias 24 a 26 de agosto, em Piracicaba, São Paulo. Esse evento oferece a chance de aplicar na prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula, visando incrementar sua preparação para o mercado de trabalho. A prova é dividida em três etapas, sendo elas: a avaliação do projeto, os eventos dinâmicos e o enduro de resistência, em que avaliam o desempenho do protótipo e o projeto do mesmo.

Os diversos subsistemas da equipe foram reestruturados com a entrada de novos integrantes, de forma que as atividades foram melhor distribuídas e surgiram novas ideias para o protótipo. Com isso a equipe irá levar o CB10, o mesmo protótipo utilizado na Competição Nacional, com novas alterações, buscando o aperfeiçoamento contínuo.

A equipe fechou parceria com a CNH Industrial, empresa que nos emprestou seu campo de prova diversas vezes, em que pistas foram montadas para se aproximar ao máximo das condições e obstáculos da Competição Regional e Nacional, com isso foram obtidos resultados satisfatórios para a validação e maior confiabilidade dos testes realizados pela Equipe CEFAST.

Guilherme Nogueira, membro do subsistema Suspensão e Direção relata: “Chegando da Nacional ocorreu uma grande mudança, um novo ciclo se iniciou. Com a saída de uma grande referência da equipe, nosso capitão Gabriel Amaral que deu seu lugar ao Caio Leite, antigo chefe ,do subsistema de suspensão e direção. Até aí tudo bem, é o curso natural das coisas, pessoas entram e saem da equipe, entretanto o nosso subsistema ficou com 2 integrantes com pouquíssima experiência. Na hora parecia frustrante, mas com o tempo percebi que isso fortaleceu muito nosso subsistema. Eu e Geovanne Ronald nos tornamos responsáveis pela solução de todos os problemas e da organização de tudo a que nos referia, dessa forma adquirimos muitas responsabilidades e autonomia, hoje nos sentimos confiantes para a manutenção do nosso subsistema e ansiosos para passar adiante os conhecimentos adquiridos a novos membros. “.

Com a segunda versão do CB10 os membros da equipe, além de se tornarem mais unidos, comunicativos e crescerem profissionalmente, estão confiantes e pretendem alcançar bons resultados nessa Competição, superando o resultado alcançados com a primeira versão do protótipo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *